2º Psicografia – João Felipe Carvalho Bispo Ramos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no telegram
Telegram

2º Psicografia – João Felipe Carvalho Bispo Ramos

(20/02/2004 — 26/09/2006)

2 anos

Mãezinha Joselaine, minha estrela Josi. Meu Pai querido, distinto senhor Domingos¹, meu grande amigo.

Em seus braços sempre me senti protegido e aquecido com seu amor que formava em meu favor um ninho de paz como se ali eu encontrasse o céu. A minha vontade, sempre que posso, é estar junto de vocês. Continuo tendo o auxílio amigo da bisavó Plácida, e são muitos que me permitem a entrada em seus corações.

Mãezinha! Meu Pai! Não pensem nunca em um único filho, e nem que foi Deus que me tirou de vocês. Se aqui estou é porque a vida me pede seguir este curso, e o que me importa quanto a vocês é o amor que temos pelo outro, que não chegou com minha presença em suas vidas neste pouco tempo que por aí fiquei.

Nosso amor é de longo tempo, e sei que sempre faremos tudo de bom pelo outro, e se minha volta ao Pai dentro do Espírito, devo a vocês por aceitarem um filho que tinha que regressar tão breve. Continuaremos com maiores detalhes o nosso assunto que é interminável, pois é o comando daquilo que queremos dizer ao outro pelo amor que temos em relação ao outro.

Beijos, e estejam certos que para que me sinta feliz, basta saber que tinha a proteção de vocês.

Beijos.

João Felipe Carvalho Bispo Ramos.

 

MENSAGEM PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM CELSO DE ALMEIDA AFONSO, EM REUNIÃO PÚBLICA, NA NOITE DO DIA 23/09/2011, NO CENTRO ESPÍRITA “AURÉLIO AGOSTINHO”, À AV. LUCAS BORGES, 61 – UBERABA – MG.

Esclarecimentos:
  • Joselaine A. Carvalho Bispo – Mãe;
  • Brazilino Domingos Ramos – Pai;
  • Plácida Ramos Gonçalves  – Bisavó materna (desencarnou em 06/06/2004, em decorrência de um infarto. João não chegou a conhecê-la, pois tinha apenas 4 meses quando ela desencarnou);
  • ¹ – O médium Celso, após a leitura da psicografia do João Felipe, disse à mãe Joselaine que o seu filho pediu para dizer que o pai dele chama-se Brazilino, mas que ele o chamou carinhosamente de Domingos.

Depoimento da mãe:

João Felipe era um menino alegre, extrovertido, e muito inteligente. Era muito amado e encantava as pessoas com a sua maturidade. Era muito saudável, mas um dia, após brincar o dia todo, a noite começou a passar mal. Corremos com ele para o hospital, e João lutou contra uma meningite 110 dias, em coma numa UTI… João Felipe é meu único filho e a saudade dele dói muito, mas estamos aprendendo a conviver com isso. As cartas que o João me mandou me consolaram e me ajudaram a ter certeza de que a vida continua, e um dia vamos nos encontrar e matar essa saudade.