3ª PSICOGRAFIA DA SILVIA MADJAROF - SILVINHA - PORTAL ESPÍRITA E FILOSÓFICO SAUDADE E ADEUS
Saudade e Adeus - Tatiana Madjarof Bussamra - Página Inicial

 

 Saudade e Adeus

 

 

3ª Psicografia da Silvia Madjarof

 

 

SILVINHA LINDA!!! SAUDADE MINHA IRMÃ! Dona Rosa!

Querida mãe, sei que no seu pensamento parece que dinamitaram seu coração. Voaram estilhaços para todos os lados, mas acabou você não caindo. Que engenheiro pôde fazer este serviço mal acabado?

Volte para a luz do seu mundo mãe! Volte para o céu que está em seu coração. Ninguém tentou ou quis desmoronar nada. Quem quis nascer não escapa da morte, e quando aceitamos estarmos juntos, devemos compreender que ninguém fica preso pelo corpo eternamente, na condição de filha, esposo, e foi o que nos aconteceu.

Eu fiquei um tempo, o papai um tempo a mais, mas a volta estava marcada primeiramente para nós.

Rosa, minha mãe querida, nós nos amamos, e não existe prova maior que a renúncia. É preciso aprender a renunciar, e o túmulo não apaga nossos sentimentos.

Meu pai e eu temos que aprender a viver um tempo sem tudo aquilo que gostávamos de receber de você. Vamos entender isto minha flor!

Você tem mostrado durante este tempo de minha passagem para este lado da vida, que você entregou ao Paulinho, a Ivete, a Rosana, toda a sua coragem, a sua fé e o seu coração herói de mãe.

Agora querida, com a vinda do papai para o meu lado, você não pode ficar se sentindo como um prédio a cair. Não será este o principal momento de mostrar a todos nós, os filhos e netos, como devemos agir diante às difíceis situações? Acredito em você e estou apostando na sua força.

Meu pai está bem, e não creio que você não possa sentir o quanto estou feliz por poder voltar ao convívio mais direto com meu pai.

Quero que você acredite, ele não pôde vir, mas pediu que eu entregasse esta rosa a você. Vou colocá-la em seu coração, e tenho certeza que ela será cuidada por sua confiança.

Beijão amor sem fim, melodia inacabável, estrela eterna.

Beijão Rosana, e vamos ajudar a Dona Rosa. Sabemos que é difícil entregar uma folha à quem sabe nos entregar uma árvore inteira. Mas vamos tentar, pois sabemos que o pouco com Deus é muito. Enxuga estas lágrimas chorona, e me diga que posso mesmo beijar o papai, atendendo seu pedido¹.

Receba todo o céu que quero entregar a você, e não fique aí como uma gatinha manhosa.

Receba todo o amor e respeito de sua filha querida.

Silvinha.

MENSAGEM PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM CELSO DE ALMEIDA AFONSO, EM REUNIÃO PÚBLICA, NA NOITE DO DIA 26/07/1991, NO CENTRO ESPÍRITA “AURÉLIO AGOSTINHO”, À AV. LUCAS BORGES, 61 – UBERABA – MG.

Esclarecimentos:

  • Rosa — Mãe;

  • Papai Paulo — Pai, desencarnado em 12/05/1991, aos 57 anos, vítima de infarto;

  • Paulo — Irmão;

  • Rosana — Irmã;

  • Ivete — Irmã, desencarnada em 22/06/2005, aos 44 anos, em decorrência de um câncer;

  • ¹ Eu estava presente nesta reunião, e novamente a Silvinha me chamava de chorona, pois eu soluçava de tanto chorar.

 
Silvia Madjarof
Nasceu em 01/08/1966 em São Paulo – SP
Desencarnou em 04/05/1986 em São Paulo – SP
 

 

Amigo leitor, se você gostou dessa psicografia, ajude a divulgá-la enviando para os seus amigos do twitter, facebook, orkut etc., pois sabemos que estas mensagens são um grande bálsamo para os corações saudosos de muitas mamães, que também devolveram seus amados filhos ao Plano Espiritual.

 

SIGA NOSSO SITE NO TWITTER

Siga o Saudade e Adeus no Twitter

 
 
  Anterior Retornar Para Psicografias

Próxima

 
 
 
 
 
 



Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade