O COLO DE UMA MÃE - PORTAL ESPÍRITA E FILOSÓFICO SAUDADE E ADEUS
Saudade e Adeus - Tatiana Madjarof Bussamra - Página Inicial

 

 Saudade e Adeus

 

O Colo de Uma Mãe

 

   As verdades encobertas pelo tempo

Nem a chuva, nem o vento

Podem-nas revelar...

A regra é silenciar.

 

Deve-se ter punhos-de-aço

E mesmo com todo cansaço

Não se pode fraquejar

Pois tens que amamentar.

 

Esbanjando juventude

Na vida que se inicia

             No teu colo irradia

             A luz do seu lindo bebê.

 

             O mais doce dos venenos

             Não lhe podem alcançar

             Pois que corre em suas veias

             O azul do céu e mar.

 

A mulher já não existe

Ante o pequeno ser

Agora é a mãe que vive

Para seu filho aquecer.

 

E no bocejo da noite

Com chuva e com trovão

Sem temor ela socorre

O filho do coração.

 

Mãe que é mãe sabe entender

Se o filho tem fome ou dor

Se sente frio ou calor

Pois ele é seu grande amor.

 

 

© Rosana Madjarof 2007 - Respeite os Direitos Autorais

 
Tatiana Madjarof Bussamra
Nasceu em 21/12/1982 em São Paulo – SP
Desencarnou em 04/02/2006 em Capivari de Baixo – SC
 
  Anterior Retornar Para Poesias

Próxima

 
 

 

   

 

SIGA O SAUDADE E ADEUS NO TWITTER

Siga o Saudade e Adeus no Twitter

 
 

 

 

 

A caixa de comentários só poderá ser visualizada corretamente se você estiver usando os navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome.

 

 



Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade