9ª PSICOGRAFIA DA TATIANA MADJAROF BUSSAMRA - PORTAL ESPÍRITA E FILOSÓFICO SAUDADE E ADEUS
Saudade e Adeus - Tatiana Madjarof Bussamra - Página Inicial

 

 Saudade e Adeus

 

 

9ª Psicografia da Tatiana

 

 

TATINHA EM KILLEEN - TEXAS Mamãe Rosana, papai Jorge.

Dezembro, quantas recordações!

No calendário da saudade, nos parece difícil este 21 de dezembro¹, e no Natal nos é difícil passar pelo aniversário do Cristo sem aquelas lágrimas, mas não nos vemos derrotados.

Que apareçam as lembranças, as recordações de nossas festas, os pedidos de presentes, que dificilmente eram negados.

Mas não antecipemos tristezas, falemos da alegria deste nosso outro encontro.

Pai, não deixe de dar um beijão na vovó Jacy e no meu querido Eduardo; o namorado avô, o avô namorado. Ele sabe bem o quanto de amor tenho por ele.

Não quero, e não posso deixar de agradecer a Patrícia pela atenção carinhosa com todos nós, e quero lembrar a amiga Lydia, que dela não tenho me esquecido.

Luciana, minha Lú, nem sempre chegamos ao lugar do nosso desejo, mas devemos seguir, e nossa alegria em lutar nos permite a segurança.

Quem procura algo para vencer, e sente que a vitória fica distante, deve este alguém encontrar com a razão, que somente os que batalham podem conhecer os deslizes que nos leva à derrota, no entanto, derrotado na luta, sempre sentirá ser um vencedor.

Vá em frente Lú, e conte comigo sempre.

Vovó Rosa, beijão vó. A sua magrela agradece a sua lembrança de aniversário², assim você fica com a certeza de que a tia Ivete e a tia Silvinha não esquecem de você, assim como o vovô Paulo.

Meu abraço na Mariana, nossa Mari, no Paulinho, no tio Paulo, em todos, até na Nick.

Minha vontade é abraçar a todos e desejar um feliz Natal com Jesus.

Papai Jorge, obrigada pelo carinho, pelo esforço, e sei que posso contar com seu amor sempre.

Mãe, valeu!

A queda³ é que nos permite o esforço de levantarmos e prosseguirmos.

Que todas as flores enfeitem o caminho de todos vocês.

Beijos.

Tati.

Tatiana Madjarof Bussamra.

MENSAGEM PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM CELSO DE ALMEIDA AFONSO, EM REUNIÃO PÚBLICA, NA NOITE DO DIA 14/12/2007, NO CENTRO ESPÍRITA “AURÉLIO AGOSTINHO”, À AV. LUCAS BORGES, 61 – UBERABA – MG.

Esclarecimentos:

  • Rosana e Jorge — Pais;
  • Lú (Luciana) — Irmã;
  • Vovó Rosa — Avó materna;
  • Jacy e Eduardo — Avós paternos;
  • Mariana (Mari) — Prima, filha da Ivete;
  • Paulinho — Primo, filho da Ivete;
  • Tio Paulo — Tio materno;
  • Lydia — Melhor amiga da Tati. A Tati se dirigia à casa de praia da Lydia, em Laguna – SC, para um almoço entre amigos, quando aconteceu o acidente;
  • Nick —  Cachorrinha da raça maltês, irmã do Tommy, que estava presente na reunião;
  • Tia Ivete —  Tia materna, desencarnada em 22/06/2005, aos 44 anos, em decorrência de um câncer;
  • Tia Silvinha — Tia materna, desencarnada em 04/05/1986, aos 19 anos, em acidente automobilístico na Via Anchieta;
  • Vovô Paulo — Avô materno, desencarnado em 12/05/1991, aos 57 anos, vítima de infarto;
¹  21 de dezembro — Neste dia, a Tati completaria 25 anos de idade;
²  Lembrança de aniversário — No dia 17/12/2007, a Ivete completaria 47 anos de idade;
³ Queda — No momento em que eu estava saindo de casa para entrar no carro, com destino na Uberaba, escorreguei e levei um tombo na garagem, chegando a perder os sentidos. Esperei alguns minutos, e mesmo com muita dor, levantei-me e fui direto para o carro, com a roupa meio molhada pela chuva que caía. Nada iria me impedir de chegar ao meu destino.
 
Tatiana Madjarof Bussamra
Nasceu em 21/12/1982 em São Paulo – SP
Desencarnou em 04/02/2006 em Capivari de Baixo – SC
 

Amigo leitor, se você gostou dessa psicografia, ajude a divulgá-la enviando para os seus amigos do twitter, facebook, orkut etc., pois sabemos que estas mensagens são um grande bálsamo para os corações saudosos de muitas mamães, que também devolveram seus amados filhos ao Plano Espiritual.

SIGA NOSSO SITE NO TWITTER

Siga o Saudade e Adeus no Twitter

 

PARTICIPEM DA COMUNIDADE DA TATI NO ORKUTParticipem da Comunidade do Tati no Orkut

 
 
  Anterior

Retornar Para Psicografias

Próxima

 
 

 
 

 

 

 

 

Ricardo - 17/02/2010 - 20:03 h.

É com grande amor que se rompem as barreiras, até mesmo a "morte", não consegue bloquear esta força maior. O amor constrói e mantêm fortes laços que são eternos. Nesta vida estamos de passagem, o corpo ele é limitado, mas nossa alma é imortal.

Somos imortais, e é gratificante saber que após esta vida há uma melhor, na qual a dor não existe, e que o significado maior é ajudar seu próximo.

É ótimo saber que eles continuam entre nós.


Christiane Tadeu de Lima - 27/04/2010 - 18:40 h.

É com muita ansiedade que li e reli essas cartas e com muita dor em meu coração, e como eu quero acreditar que a vida continua após a morte, chego a estar com o coração pequeno, pois perdi minha única filha dia 28/07/2008, e sei que só quem já passou por isso sabe o que sinto. Meu bem mais precioso foi embora aos 23 anos de idade, com toda uma vida pela frente, e eu tento aceitar a vontade de Deus, mas não posso me conformar, não consigo esquecer um só dia da minha vida, e às vezes me parece tudo tão real e irreal que acredito em tudo que está escrito, pois só Deus sabe da nossa hora, e sei que é por Ele que estou em pé ainda, pois pensei que fosse morrer. Por favor, me dê mais esclarecimentos sobre tudo, pois gostaria muito de algum dia saber que minha menina não sofre, e nem sente dor. A minha Ana Carolina, que vai ser eternamente minha filha amada e querida que sinto tanta saudades, que às vezes penso que vou enlouquecer, mas sei que Deus me ampara nas minhas horas difíceis. Gostaria muito de receber uma resposta de vocês.

Bjs. e fiquem com Deus.



Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade