TATIANA MADJAROF BUSSAMRA - HOJE, 04/02/2010, 4 ANOS DE MUITA SAUDADE... - SAUDADE E ADEUS
Saudade e Adeus - Tatiana Madjarof Bussamra - Página Inicial

 

 Saudade e Adeus

 

Tatinha: 4 Anos de Saudade

 

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

 

Minha Tatinha com 1 Mês

Mãozinha da Minha Bonequinha Cartinha de Amor
Bilhetinho de Amor Outra Declaração de Amor Desenho da Mãozinha da Tati no Verso da Declaração de Amor
A Tati Escreveu neste pedaço da Papel o Nome que Gostaria de Dar Para Seus Filhos Muita Emoção Quando a Tati Ganhou o Ingresso Para o Show da Shakira Minha Estrela Maior
 

 Saudade... 4 Anos de Muita Saudade...

Hoje está fazendo quatro anos que você partiu, e eu não consegui controlar minha emoção e minha saudade.

Devo confessar que chorei. Chorei ao relembrar todas as horas e todos os momentos de angústia, de tristeza, de dor e de muito sofrimento naquele 04 de fevereiro de 2006.

É impossível não lembrar de uma data que estará marcada para sempre em minha vida. Se alguém me disser que este dia é como qualquer outro, na certa é porque não viveu para saber como dói perder uma filha tão amada, tão linda, tão dedicada, e tão querida como você minha filha.

Hoje passei o dia todo tentando preparar uma linda homenagem para você, mas confesso que não consegui realizar o que eu gostaria de ter realizado, entretanto, mesmo sendo tarde da noite, consegui reunir alguns dos bilhetinhos que você sempre escrevia para essa mãe, escaneá-los e colocá-los no nosso site para compartilhar com todos os nossos amigos, e mostrar a filha maravilhosa que eu sempre tive ao meu lado.

Também quero deixar algumas linhas escritas, e tentar mostrar para todos os nossos amigos, a filha maravilhosa que você sempre foi e continua sendo.

Tatinha, hoje você dorme o sono dos justos. Por quantos caminhos você percorreu, e nesse tempo quantas sementes de amor você plantou.

A sua Fé sempre foi tão grande quanto a sua Confiança em Deus, e isto a fez vencedora.

Na sua inocência, no seu bom coração, todos eram bons, e você sempre os queria bem, não julgando este ou aquele, pois eram todos amigos, nobres e queridos amigos, era assim que você os chamava.

Se alguma sombra escura pairava em seus caminhos, você me dizia: “Mãe! Se Deus quiser, isto não será nada”, e, no outro dia, tudo mudava e nada de ruim acontecia.

Essa segurança que a sua curta vida lhe ensinou, não há escola que possa ensinar. Você tinha a balança nos lábios, sabia pesar e medir cada palavra, anunciando sempre a Esperança.

Era uma menina-mulher caminhando à perfeição. Essa perfeição você alcançou no dia em que nos deixou, pois no Céu, alguém a amava mais do que todos nós.

Deixou como exemplo e herança, bens como a honestidade e a vontade de estudar, de trabalhar, de batalhar pelo seu ideal, sem nunca se cansar ou se queixar.

Não sei se um dia poderei ser como você minha filha, mas vivo na esperança e na certeza de que, se ao menos eu me esforçar um pouco, terei como mérito o prazer de no Céu te encontrar, pois é lá que irás morar eternamente.

A saudade é muito grande minha bonequinha, mas aonde quer que estejas, saberás o que escrevi para você.

Sua mãe que te amará eternamente, Rosana Madjarof.

 

 
  Página Inicial Retornar Para Homenagens

Próxima

 

SIGA NOSSO SITE NO TWITTER

Siga o Saudade e Adeus no Twitter

 
 

 

 

 

 

 

Samira Abdala - 06/02/2010 - 23:25 h.

Rosana, que homenagem linda você fez para sua filha querida.
Não tem como não se emocionar!
Com certeza seu objetivo foi atingido.
Lindas as suas palavras para sua filhinha. E, nós que somos mães, não precisamos elaborar nada, devemos somente deixar o coração falar. E o seu, falou profundamente e transbordando de amor.
E você melhor que ninguém, sabe que ela recebeu e se emocionou também, com sua homenagem.
Fica aqui o meu abraço carinhoso à você, minha querida!
Samira Abdala.


Lilian Candello Salvadori - Blog da Vovó Lili - 07/02/2010 - 01:31 h.

Olá amada amiga Rosana,

Que linda carta escreveu para sua filha Tatiana.
Quanta emoção, amor e saudade emanam de seu coração para escrever palavras demonstrando puro sentimento de um amor infinito e eterno.
Só uma mulher forte e nobre conseguiria escrever esse texto numa data que remete a lembranças terríveis, pois perder um filho, que é tudo na vida de uma mãe, é perder parte de si mesma.
E ainda assim, consegue homenageá-la com tanto amor e carinho e abnegação.
Sua dor, é minha dor.
Reparta comigo suas tristezas, estarei pronta para ouvir-lhe.
Lá, dos jardins celestiais, Tatiana agradece feliz essa honrosa homenagem. Tenha certeza querida.
E, ela feliz, seu coração de mãe transborda felicidade também, pois o que mais queremos é que nossos filhos estejam bem e felizes.
Fique com a paz do Senhor,
Amo você,querida amiga.

Parabéns pelo lindo site.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian.


Antonio Presença Lobato - 07/02/2010 - 05:31 h.

Querida Rosana,
Lindas palavras. Deus lhe deu sabedoria, para que você conviva com esta dor. Sua fé e força, fizeram eu repensar novamente na existência de um DEUS.
Obrigado por isso!
Força sempre!
Queria muitoo, muitoooo ter sido amigo da sua filha.


Janio - Made In Blog - 07/02/2010 - 21:33 h.

Olá Rosana.

Muito bonita sua homenagem.

Quando alguém se vai, leva uma parte de nós, a medida que outros se vão nos transportam, aos poucos, para a eternidade. Nossa espiritualidade se torna mais forte, nos tornamos imortais em vida.

ABS.


Kellen - Meu Mundo Amigo - 08/02/2010 - 14:50 h.

Querida Rosana! És uma pessoa muito forte e iluminada, o que aconteceu intenso demais para um ser humano. Que Deus abençoe seus passos sempre...

Grande abraço,
Kellen.


José Francisco - Jfrancis - Paltalk: Jesus e a Doutrina dos Espíritos - 08/02/2010 - 23:26 h.

Querida Amiga Rosana:

Bela e Oportuna sua idéia de produzir esse site. Não só para eternizar a linda Tati, mas também de abrir o espaço a todos aqueles que passaram pelo mesmo momento que você passou. Além de tudo, o site é mais uma oportunidade de mostrar a todos de que a vida continua e que nossos entes queridos que já estão em um outro plano estão mais vivos do que nunca e próximos de nós.

Meu carinho para Você.
Beijos em seu coração!!!
Jfrancis.


Denize - Blog da Comentarista - 11/02/2010 - 17:21 h.

Rosana amiga, tive alguns questões pessoais para resolver e demorei para chegar aqui, mas cá estou.

Que dizer depois de ler estas palavras tão lindas? O que falar para uma pessoa especial como você, que consegue transformar a dor da sua saudade em consolo para outras pessoas?

Você nos mostra que o amor não tem fronteiras, que ficará para sempre eternizado nos corações dos que se amam, e que não há distância capaz de impedir sua manifestação. Você e sua filhinha são uma grande prova dessa verdade.

Você fala lindamente da sua saudade e faz aflorar as saudades de todo nós.

Têm dias que ela aperta bastante o coração e a ausência se faz mais intensa. Nestes momentos, procuro lembrar dos que ficaram ao meu lado, dando continuidade as lutas. Olho minha mãezinha, que precisa da minha atenção e cuidados e vou até ela para lhe dar um beijo na bochecha bem estalado. Esse beijo sempre alivia meu coração.

Então percebo que por mais difícil que seja, amar é também deixar o ser amado seguir livremente sua trajetória, desejar-lhe tudo de bom, mandar-lhe um carinhoso beijo espiritual. E penso que devemos agradecer a Deus a oportunidade de servir aos que ficaram, aos que ele deixou aos nossos cuidados, entregando nas mãos dele o futuro, com a certeza de que, uma vez finda a tarefa, estaremos prontos para as alegrias dos reencontros.

Seu Site está lindo, um verdadeiro ponto de luz na imensidão da Internet.

Bjs.

Denize.


Claudiomir - 21/02/2010 - 04:01 h.

Rosana, peço a Deus paz, força e muita luz no teu caminho, mesmo não te conhecendo pessoalmente, sinto um enorme coração de mãe pulsar neste peito!
Tatiana está com Deus, um dia encontrarás e verás que este mundo é uma passagem, que valeu a pena esperar em Jesus Cristo!
Fica com Deus!


Gerlane - 22/02/2010 - 17:40 h.

Querida irmã Rosana!

Que a paz te ilumine a cada dia. Ser mãe é uma dádiva, e quando falamos dos nossos filhos é como se pulverizássemos o ambiente que estamos, e você com este Site nos presenteia com essas lindas palavras de AMOR, e nos dá a certeza do nosso reencontro. Amada, que a luz do Divino Espírito Santo esteja com você, hoje e sempre.

Grande Abraço,

Gerlane.


Irmã Inaura Ferreira da Costa - 02/03/2010 - 17:01 h.

Rosana,
Procurando uma mensagem na telinha, sem querer dei com esta página e mesmo sem conhecê-la, meus sentimentos se uniram aos seus, por sua filhinha... Por você... Tudo tão forte, vindo do coração!... É como se a conhecesse! Sou uma freira, não sei se você é católica, mas se não for, que importância tem, não é mesmo? Deus é um só e ele reúne e une os corações, não importam as diferenças. Hoje farei por você uma oração especial, para que o senhor lhe conceda toda força e coragem de que precisa para continuar a VIVER, pois tenha a certeza de que sua filhinha está bem e quer ver você feliz apesar de... Meu abraço amigo.

Ir. Inaura (Missionária de Nª Sª das Dores).


Shemhamforash - Quem Sou Eu? - 04/03/2010 - 19:01 h.

Rosana... Que hei-de eu de dizer?

Poderia ser outra vez do contra, mas prefiro não o fazer. Se és crente nesse Deus, e se em acreditares na Sua bondade te consola mais um pouco e te alivia essa dor sentida - ama-O muito, sente-O dentro do teu coraçãozinho, e tem fé que ele te ajudará. Pedir não custa mesmo neh?

Então esteja ela onde estiver, quem está mal não é ela, é você, pois ela não sofre mais. Este inferno de vida nos trama de tal jeito que por vezes ficamos sem vontade de viver.

Mas lembre-se: Esta vida é GARANTIDA, a próxima, tudo é incerto.

Bjs.


Shemhamforash - Quem Sou Eu? - 04/03/2010 - 19:01 h.

Ups... Esqueci de dizer uma coisinha.

Veio-me a lágrima ao canto do olho. Vê?? Tenho sentimentos ao contrário do que muitos pensam XD.

Bjs novamente (já está a ficar muito beijocada :P [essa palavra existe??]


Denise Bonato -  23/03/2010 - 19:44 h.

Rosana
Sei exatamente como você se sente, pois dia 25/02/09 minha filha e o namorado, muito parecidos com a sua filha na alegria e vontade de viver, também sofreram um acidente de carro fatal.
A saudades é imensa, e a dor é muito grande.
Tenho outro filho, mas um não substitui o outro.
Sempre falta ela; nas reuniões, nas micaretas nos fins de semana, nem que for só para assistir televisão.
Tento disfarçar, mas lá dentro estou todo minuto ligada a ela.
Sei que ela está bem (já recebi carta), e que entende as lágrimas.
Te Desejo muita força, pois sei como precisamos.


Lindalva da Silva -  21/04/2010 - 12:56 h.

Olá companheira desse sofrimento terreno... Sim, companheira sim, pois passo a mesma coisa que você..., sua dor é a mesma que a minha. A ausência de minha filha dói como um punhal mal afiado, encravado em meu coração, que inflamou sem ter nenhum antibiótico para desinflamar, ou até uma chance de cura. Impossível!. Sim, a minha filha também se foi há¡ quatro anos, com 22 anos de idade, em abril de 2006. Acabou! Tudo acabou para mim. Eu sei amiga, tudo que você passa, e aqui está o meu ombro. Chore nele, choremos juntas nossas dores e saudades. Tenho Orkut caso queira me adicionar, chama-se "Dalva agradecidamente  mãe da Juli". Até mais querida.


Mari -  27/04/2010 - 01:13 h.

Olá querida Rosana, não existem palavras para expressar a maravilhosa arte de ser e amar de uma mãe, por isso tenho certeza que sua TATI está muito feliz também por ser sua filha, e por ter compartilhado com você estes anos de aprendizado mútuo, amor, carinho e dedicação! Só nós, mães, podemos entender e sentir que a passagem para a vida eterna jamais separa um filho de sua mãe, esta ligação permanece e se fortalece sem que o mais sábio dos homens possa explicar! Deus, em sua infinita bondade nos fez mães, e capazes de superar até mesmo a morte. Nosso amor é infinito e incondicional e supremo! Parabéns por sua fortaleza e luz... Esteja em Jesus hoje e sempre.

Mari.


Maria Elza de Lima -  27/04/2010 - 11:33 h.

Oi querida Rosana, desde janeiro de 2008 passei a compartilhar da sua dor, eu e minhas irmãs sabemos sabemos avaliar quanto sua dor é intensa e incomparável, pois em 31/12/2007, uma das minhas irmãs também ficou sem seu filho único em conseqüência de acidente de trânsito, desde então, em momentos de muito desespero passei a pesquisar mensagens pela Internet e achei algumas da sua filha, o que nos deu muito conforto.
E ontem, assistindo a Luciana, adorei o programa e mesmo porque somos espíritas e temos que aproveitar esta abertura que o filme do Chico está nos dando para propagar a nossa Doutrina, mas enfim, gostei muito do programa e do seu empenho em estar sempre ajudando na divulgação do espiritismo. Gostaria de saber onde consigo adquirir o seu livro das mensagens.
E meu comentário sobre esta postagem.

É QUE SUA HOMENAGENS PARA TATIANA, ESTÁ SERVINDO DE BALSAMO PARA MUITOS CORAÇÕES QUE SENTEM A MESMA DOR.

BEIJO NO SEU CORAÇÃO.

Maria Elza.


Alynne -  27/04/2010 - 11:54 h.

Eu achei muito lindo. Sabe, eu perdi um filho com 2 aninhos, e já tem 9 anos, mas até hoje tenho muita saudade dele o que não me deixa cair é o irmão dele, que hoje tem 10 anos e muito lindo beijos.


Tatiana Mariath -  27/04/2010 - 15:22 h.

Querida Rosana,

Não poderia lhe dar nenhum palpite para argumentar essa homenagem perfeita.
Estudo também a Doutrina Espírita, e acredito muito que a tua Tati está sim, sempre ao teu lado.
Parabéns pela tua força.
Desejo sempre que esteja acompanhada por esse anjo, a tua Tati.


Jeane Cardoso -  27/04/2010 - 15:45 h.

Rosana, não tenho o dom da palavra, mas assisti você ontem no programa. Tenho um irmão que desencarnou em 02/01/05 aos 36 anos num acidente de moto, por volta das 15:00 h., e outro irmão que faleceu de parada cardíaca no dia 02/12/06, este foi minha mãe que o encontrou sem vida pela manhã. Não entendo porque Deus permite que os filhos deixem seus pais aqui, e partam para outro Plano. Peço sempre a Deus que minha mãe consiga encarar os problemas pelo menos parecido com você. Eu sofro muito pela minha mãe e pela falta que meus irmãos me fazem, principalmente o Jedson, que sempre o amei como filho, pois por ser a mais velha minha mãe tinha que trabalhar e eu ficava tomando conta dele. Éramos quatro hoje só somos dois. Deus te abençoe, e continue com essa força interior. Sua filha será sempre linda.

Beijos.

Jeane.


Maria Imperatriz -  27/04/2010 - 20:34 h.

Rosana, achei linda a homenagem que você fez para sua filha, chorei todo tempo que a li, pois perdi meu filho com 22 anos, em maio do ano passado, e ainda não me conformei. Choro o tempo todo, e tudo que você escreveu para sua filha se identificou com ele e comigo. Meu filho era tudo para mim. Me sinto só e sem chão. Lendo sua mensagem me senti fortalecida. Fica aqui meu abraço muito carinhoso.

Imperatriz. Coronel Fabriciano - 27/04/2010 20:40 h.


Ana Paula Bassi -  28/04/2010 - 01:00 h.

Querida Rosana.

Não há no mundo uma palavra para confortar a sua dor. Mas existe uma que te faz superar a cada momento de tristeza e saudades: AMOR. Pois o verdadeiro amor é o de mãe, e ele nunca morre. Deus abençoe você e sua família.

São os votos da família BASSI.


Simone Lopes - 05/05/2010 - 23:16 h.

Que Deus sempre te dê forças para lutar. Quero um dia ver minha mãe assim, pois perdemos meu amado irmão num acidente também. Nossa, é muita saudade! Minha mãe não se conforma, mas lutamos todos os dias. No dia 28/09/08 ele se foi, e saiba que sua filha é linda. Fique com Deus...


Aparecida Pt. Spiandorello - 25/05/2010 - 00:08 h.

Rosana, minha mãe faleceu dia 03/03/2010, e ela era tudo para mim, um amor que ultrapassava os limites terrenos. Sou filha única, casada, e não tenho filhos. Perder uma filha, não é algo fácil, porém, Deus em sua infinita bondade tudo sabe, e sabia também que você era capaz de suportar tamanha dor. Penso que a morte não existe, então, ela está e estará sempre presente ao seu lado e de sua família. Os mistérios de Deus, graças a Ele, não podemos decifrar, porém, sabemos que tudo que Ele faz é certo. Será que se fosse o contrário sua filha suportaria? Não! Cairia doente, seria uma adolescente muito triste, então ela está feliz porque está com Deus e, ao mesmo, tempo com vocês.
Deus é fiel!
Um abraço.

Aparecida 25/05/2010

     




Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade