DÍVIDA E TEMPO - CHICO XAVIER - PORTAL ESPÍRITA E FILOSÓFICO SAUDADE E ADEUS
Saudade e Adeus - Tatiana Madjarof Bussamra - Página Inicial

 

 Saudade e Adeus

 

 

Dívida e Tempo...

 

CHICO XAVIER E SUA CACHORRINHA BONECA    Chico visitou durante muitos anos um jovem que tinha o corpo totalmente deformado e que morava num barraco a beira de uma mata. O estado de alienado mental era completo. A mãe deste jovem era também muito doente e o Chico a ajudava a banhá-lo, alimentá-lo e a fazer a limpeza do pequeno cômodo em que morava.

O quadro era tão estarrecedor que, numa de suas visitas em que um grupo de pessoas o acompanhava, um médico perguntou ao Chico:

Nem mesmo neste caso a eutanásia seria perdoável?

- Não creio, doutor, respondeu-lhe o Chico. Este nosso irmão, em sua última encarnação, tinha muito poder. Perseguiu, prejudicou e com torturas desumanas tirou a vida de muitas pessoas. Algumas o perdoaram, outras não e o perseguiram durante toda a sua vida. Aguardaram o seu desencarne e, assim que ele deixou o corpo, eles o agarraram e o torturaram de todas as maneiras durante muitos anos. Este corpo disforme e mutilado representa uma benção para ele. Foi o único jeito que a Providência Divina encontrou para escondê-lo de seus inimigos. Quanto mais tempo agüentar, melhor será. Com o passar dos anos, muitos de seus inimigos o terão perdoado. Outros terão reencarnado. Aplicar a eutanásia seria devolvê-lo às mãos de seus inimigos para que continuassem a torturá-lo?

- E como ele resgatará seus crimes? Inquiriu o médico.

O irmão X costuma dizer que Deus usa o tempo e não a violência.

Extraído do livro "Chico, de Francisco" - Adelino da Silveira
Editora Cultura Espírita União - 3ª Edição - pág. 54.
 
  Anterior Retornar Para Chico Xavier

Próximo

 
 

 

   

 

SIGA O SAUDADE E ADEUS NO TWITTER

Siga o Saudade e Adeus no Twitter

 
 

 

 

 

A caixa de comentários só poderá ser visualizada corretamente se você estiver usando os navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome.

 

 

 

Roniel A. Julio - Blog do Roni - 28/05/2010 - 16:39 h.

Amiga Rosana, esse caso que nos conta o Chico é muito interessante. Nós todos temos uma missão a cumprir quando reencarnamos, e somos nós quem escolhemos a maneira que devemos reencarnar, pois assim poderemos evoluir espiritualmente, e não cometeremos os mesmos erros de uma outra encarnação. Parabéns pela postagem. Abraços. Roniel.


Madresgate - Poesias & Fatos - 28/05/2010 - 17:05 h.

"Menina"

A passagem que você compartilha conosco tem suas razões especiais e nos direciona ao entendimento das aflições de algumas pessoas, que, mesmo diante de problemas exclusivos compreendem suas manifestações e conseguem assimilar suas motivações.
A explicação relatada por Chico Xavier, é forte e representa a sabedoria do ensinamento, com poucas e doces palavras, conseguiu ele nos mostrar as razões de vida daquele menino.
Fugir dos inimigos não é tarefa fácil, nem deveríamos tê-los, mas a vida é complexa demais para podermos entender suas razões.
Finalizando, a frase dita por Chico ao final é clara e sábia, somente Deus pode mostrar o caminho
Parabéns.
Um forte abraço.
Mad.


Maria - 28/05/2010 - 18:29 h.

Rosana,

Uma linda história com um significado muito importante relatada por este mestre do espiritismo.Adorei e parabéns a você por compartilhar com todos nós. Beijos.

Maria.


Diego - Ultrapassando Barreiras - 28/05/2010 - 19:15 h.

Nossa Rosana, eu sempre achei isso também. Lembrei de uma das histórias que li naquele livro "Reencarnação e Vida", que falava de uma mulher que aos 18 anos entrou em coma profundo, e para o espanto geral da equipe médica, acordou 30 anos depois como se tivesse apenas dormido, e a explicação espiritual que deram, era que essa mulher, em uma vida passada, era uma nobre senhora da corte, que queria a todo custo desposar de um plebeu. Como esse plebeu só tinha olhos para uma camponesa, a nobre senhora prendeu o plebeu numa torre. Ele só saiu de lá 30 anos depois, quando a nobre senhora faleceu. E foram esses 30 anos que essa moça teve que ficar em coma para pagar o que ela fez com o jovem naquela vida. Entendeu?


Lilian Candello Salvadori - Blog da Vovó Lili - 28/05/2010 - 21:37 h.

Olá querida amiga Rô,

Que linda mensagem de amor ao próximo, dedicação extrema, humildade e lição de vida Francisco Xavier deixa a toda humanidade.

Parabéns pela postagem. Cada publicação é uma bênção, é o registro de um dos ensinamentos do Mestre Jesus Filho e Deus, o Pai.

Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian.


Maria Costa - Como Ser Um Profissional de Sucesso - 28/05/2010 - 22:07 h.

Oi, minha querida Ro.

O Chico era um ser humano fantástico e evoluído, e ele conseguia enxergar o bem onde todos enxergam o mal. Não sou a favor da eutanásia, porque se a pessoa está passando por uma situação de quase morte, é porque ela tem que resgatar algo, e a morte não vai amenizar seu sofrimento, só vai atrasar sua evolução.
Bjs. no coração.


Juci Dias - Animaquários - 29/05/2010 - 09:35 h.

Gostei da postagem. Como sou fã de Chico, eu já tinha lido este texto que mostra de uma forma que em tudo, mas, em tudo na vida, existe um por quê, e nada é por acaso, ou como dizem..., castigo de Deus.
Beijo grande.


Joselito - Jotabe Blog Blog - 30/05/2010 - 12:35 h.

É... O tempo cura tudo aqui e lá..., ou não.


Thiago Blauth Ferreira - Blogando Saúde - 01/06/2010 - 09:16 h.

Chico "é" grande sábio!

Luz na mente e Paz no coração.



Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade